Slider

27/07/2017

Como cair na real com o livro da Marie Kondo

Esse post não é uma resenha literária, pelo menos não uma resenha comum, hoje eu só vim contar pra vocês como Marie Kondo deu um tapa na minha cara com um livro sobre organização da casa!

Leia também:

Quando esse livro virou modinha, eu logo tratei de baixar ele no meu Kindle, sou uma pessoa super desorganizada e vivo buscando métodos de organização, principalmente com as tarefas do lar.

A leitura começa de forma leve e bem interessante, com o conceito de "menos é mais" e "tenha só o que te traz felicidade". E até aí tudo bem!

Marie Kondo é minimalista, ela quer que você veja o tanto de coisas que você tem e que não te trazem felicidade, mas essa coisa do "fazer feliz" me fez torcer o nariz pro livro, achei meloso demais, desnecessário e meio forçado.

Continuei lendo, porque eu odeio deixar um livro pelas metades, mas no meio da leitura eis que Marie Kondo diz que a bagunça externa da sua vida reflete a sua bagunça interna, e foi aí que eu cai no choro!

Eu chorei feito criança lendo um livro de organização de casa!!!!

Eu chorei porque lendo aquele livro eu percebi o tamanho da minha bagunça interna e, quem sabe não era por isso que minha vida externa vivia bagunçada também, Marie te faz passar por uma análise mental de todos os aspectos da sua vida, e gente estamos falando de um livro de organização da casa. É genial!

Claro que depois desse livro eu fiz um destralhamento da minha casa, joguei fora um caminhão de coisas, livros, roupas, sapatos e todo tipos de papelada e tranqueiras que eu guardava sabe-se lá porquê.

Mas a lição mais importante desse livro, que me fez cair na real - na real da vida e de como eu quero viver daqui pra frente - é sobre amar tudo o que a gente tem! Eu achei meloso no começo, achei piegas e dramático demais, mas hoje eu concordo plenamente com ela, prova disso são esse dois posts aqui:
Amar as nossas coisas não é materialismo, como eu julgava ser. Pelo menos não quando você tem apenas o necessário e ama tudo o que tem, quando sabe o valor das coisas, quanto elas te custaram, que tipo de satisfação ela traz pra sua vida. 

Hoje eu vejo tudo diferente, eu olho pra minha casa, para os móveis, minhas roupas e sapatos, e eu amo tudo! Aquelas coisas me trazem felicidade. Meu sofá duro me traz felicidade, minhas plantinhas me trazem felicidade, meus 10 pares de sapatos me trazem felicidade! 

Afinal ser feliz não é o objetivo da nossa vida? Então porque não buscar felicidade em objetos? 

Busquemos felicidade em tudo! E leiam A mágica da arrumação de Marie Kondo!!
Obrigada e de nada!

25/07/2017

Como economizar na compra do material escolar dos filhos

image

Não sei se vocês perceberam, mas a crise financeira chegou na minha vida tem uns 27 anos, mais ou menos! Eu vivo falando aqui que sou "classe média baixíssima", mas atualmente acho que posso me transferir para uma "classe baixa baixíssima", o trem tá feio aqui em casa minha amiga! O jeito é economizar, em tudo, e isso inclui certamente o material escolar das crianças.
ATENÇÃO!!!Esse post foi publicado originalmente me 10 de fevereiro de 2016, hoje ele esta sendo reciclado e voltando a página inicial desse blog! O texto contido aqui é antigo, mas super válido, ainda mais com a volta as aulas do meio do ano!

A Duda já vai fazer o 4º ano do ensino fundamental, e o material dela é mais elaborado, tem muito mais itens, sem contar que ela é meio exigente, desde o ano passado que vem falando que nesse ano iria querer uma mochila de costas (a dela era de rodinhas e tinha dois anos de uso) e ainda tinha que ter o tema das Monster High ou das Ever After High, que são uns dos modelos/estampas mais caros de mochilas no mercado. Como mãe, a gente fica de coração partido quando não consegue dar para os filhos o que eles pedem não é mesmo?!

Então minha busca pelo material escolar dela começou no dia 02 de janeiro, buscando as promoções de início de ano e pesquisando o melhor preço, fiz minhas pesquisas online e nas papelarias da cidade, e olha, valeu muito a pena, depois de uns vinte dias pesquisando e esperando promoções e descontos, consegui economizar uns 60% no valor final do material.

O material do João Bernardo, que está no Maternal da creche, vai ser quase todo reaproveitado do ano passado, a mochila vai ser a mesma, o uniforme, os brinquedos e o copo, a única coisa que vou trocar é a mamadeira, mas isso eu já faço de 3 em 3 meses mesmo. Então o custo do “material escolar” dele foi R$ 30,00 reais, incluindo a mamadeira e duas folhas de E.V.A que a creche pede.

Como economizar?
A lista de materiais da Duda pedia algumas coisas que certamente você já tem em casa, mas que as crianças quase obrigam a gente comprar de novo todo início de ano, além da geração de lixo que isso produz, estamos gastando desnecessariamente com esses itens, por exemplo:
Régua: Fui procurar uma régua aqui em casa e achei três, uma de 30 cm e duas de 20 cm, uma delas inclusive tinha o tema do Mickey, depois de lavada vai ser reaproveitada no material da Duda desse ano.
Borracha: Achei nada menos que 7 borrachas perdidas aqui em casa, de todos os tamanhos e formas, novas e velhas, uma delas era rosa com glitter, estava bem suja, mas depois de um banho com água e sabão ficou nova.
Pincel: A Duda adorar pintar, então tintas e pincéis é uma coisa que tem bastante aqui em casa, as tintas não tem como reaproveitar por estarem pelas metades, mas como a escola pediu apenas um pincel foi fácil, um gasto à menos.
Porta lápis: Depois de uma grande vasculhada na caixa de brinquedos encontrei três porta lápis (aquelas bolsinhas com zíper, sabe?), um estava bem velho e dois estavam supernovos, escolhi pela cor que vai combinar com a mochila dela, esse foi um item que gerou a maior economia, já que uma bolsinha dessas chega a custar R$ 40 reais.
Lápis: Gente aqui em casa tem um milhão de lápis espalhados pelos potes e gavetas, então peguei os maiores e menos usados e separei, para esconder pequenos defeitos, vou comprar umas fitas adesivas coloridas e encapar, mas já guardei todos em um único lugar e não vou precisar comprar lápis pelo resto do ano.
/ /
O Material escolar da Duda:
image
A tal da mochila das Monster High, foi um caso complicado, passei dias pesquisando em lojas online, já que aqui na minha cidade os preços estavam sem noção (não tenho outra palavra para definir, mas eram uns 200% mais caro que na internet). Então depois de me cadastrar nas lojas online que vendem mochilas e ficar de olho nas promoções, eis que recebo uma promoção da loja própria da Sestini, a marca que produz as tais mochilas.

Não era o modelo que a Duda queria, era um modelo mais pra adolescentes do que crianças de 9 anos, mas com uma boa lábia, consegui convencer ela que aquele modelo era o mais lindo e descolado do universo e que ninguém teria uma mochila igual aqui na cidade.

Claro que ela topou comprar o modelo que estava na promoção e eu consegui um descontão, de 119,99 a mochila estava por 49,99, paguei 20,00 reais no frete, mas tive um desconto de 10% por ser a primeira compra no site, no fim das contas paguei apenas R$ 64,00 reais na mochila, que geralmente é o item mais caro do material escolar.

Aí vem outro problema, o caderno! Vocês viram que um caderno bacana de 10 matérias está custando em média 30 reais? Pois é, quase enfartei quando vi os preços, mas me lembrei que quando eu estudava minha mãe sempre comprava o material escolar no supermercado mesmo, e dizia que era muito mais barato que na papelaria. Fui fazer o teste e minha mãe tinha razão (como sempre!).

Consegui comprar o caderno dela por 14,99 reais, ainda aproveitei pra comprar a tinta guache, o lápis de cor, as canetinhas, a cola e o apontador, tudo bem mais barato que na papelaria. A tinta guache, por exemplo, no supermercado custou 2,99 e na papelaria era 4,99.
/ /
Bom meninas é isso, com pesquisa de preço e muito bom senso, consegui montar o material escolar da minha filha e ela amou tudo, está tudo do jeitinho que ela queria e meu bolso agradece. No fim das contas gastei pouco menos de 100 reais com todo o material dela e a mochila é tão boa que com certeza dura pra ser reutilizada ano que vem, já que essa história de trocar de mochila todo ano é coisa de classe média altíssima que não liga pro meio ambiente nem pro bolso. E esse não é o nosso caso né hahaha
E aí? O que vocês fazem pra economizar no material escolar dos filhos de vocês? Tem alguma outra dica pra me dar?
Loja online onde comprei a mochila desse ano Sestini.com – loja onde comprei a mochila do ano retrasado Agomes.com - (não é publieditoral, mas bem que eu queria que fosse)!
Ah se quiser saber minhas outras dicas de como eu vou economizar e juntar uma grana no ano de 2016 vem ler esse post AQUI. E eu também ensinei como fazer uma festa de aniversário para crianças gastando apenas 500,00 reais AQUI.
image_thumb4_thumb




















22/07/2017

Kit completo e básico de maquiagem. Parte I


Depois de receber um e-mail de uma leitora me pedindo ajuda, porque ela quer começar a se maquiar e não tem noção de quais produtos comprar, resolvi montar um kit básico e completo de maquiagens por marcas, vou começar pela que eu mais gosto, porque ela é a mais baratinha e acessível, para o post não ficar gigante vou dividir em 4 postagens, hoje vou falar de quais produtos comprar e porquê, em minha opinião.

No próximo post vou fazer uma lista com os produtos da Avon porque é a marca mais barata e em qualquer biboca que você entrar vai ter lá em algum canto uma revendedora da Avon rrsrsrsrs.

ATENÇÃO!!!Esse post foi publicado originalmente me 05 de julho de 2011, hoje ele esta sendo reciclado e voltando a página inicial desse blog! O texto contido aqui é antigo, mas super válido! 
O kit Básico:
Pra você que quer começar a se maquiar todo dia, ou quase todo dia pra obter o hábito de sair de casa linda, vou passar o que na minha opinião é o kit mais básico, ou seja, o mais simples e com menos produtos.
Então vamos as compras, você vai precisar de:
  1. Primer:
  2. ele prepara a pele pra maquiagem, eu confesso que ainda não tenho um, mas estou em busca, mesmo assim preparo minha pele uma camada de protetor solar e uma de creme hidratante antes da make.
  3. Corretivo: Esse só uso à noite, porque principalmente pra quem não se maquia sempre todo mundo vai notar a cara de massa corrida se você começar a usar logo de cara um corretivo durante o dia.
  4. Base: escolhendo o tom certo da sua pele ela vai ser sua melhor amiga pro resto da vida.
  5. Pó: outro que só uso a noite pelos mesmos motivos do Corretivo, mas isso é uma escolha minha, eu gosto de ficar mais natural durante o dia, mesmo assim é essencial ter ele na sua necessaire.
  6. Lápis: Um lápis pode fazer falta quando não se tem um, eu não uso sempre, mas não fico sem.
  7. Rímel: é minha paixão, tenho váriossss (uns 4 kkks sou exagerada), não saio de casa sem rímel, mesmo quando não passo nada no rosto o rímel faz toda diferença.
  8. Delineador: Não sou fã, não sei passar, mas me ajuda muito na época das quadrilhas e festa junina, é melhor fazer as bolinhas no rosto com ele do que com o lápis, mas outro dia me deu Aloka e eu passei o delineador, ficou todo borrado, mas eu sai com ele assim mesmo kkkk mas acho que se você praticar muito pode ficar boa e arrasar no delineado!
  9. Sombra: tenho poucas, porque só gosto de três cores, rosa, marrom e preto, mas é bom ter uma cartela com cores diferentes para os dias de ousadia.
  10. Blush: tive que comprar 3 pra acertar no que combina com meu tom de pele, e não vivo sem ele mais.
  11. Batom e Gloss: são super necessários, e eu tenho o péssimo habito de esquecer deles, já sai de casa com uma make incrível e nada na boca, nem um gloss incolor, além de dar beleza, deixar os lábios hidratados, é muito importante.
  12. Pinceis: antes eu não via necessidade em ter pincéis, mas é claro que eu não me maquiava nessa época, hoje sei que a gente pode sim viver sem muitos deles, mas tem dois que são super importantes e indispensáveis, o pincel para Blush e para sombras, sem eles você não é nada.
Como disse esse é o kit básicão, e não um profissional, pra quem esta começando agora não precisa de certas coisas, por exemplo, um profissional não passa base sem o pincel pra base, mas eu que sou amadora, não consigo usar aquilo, pra mim, base é com os dedos mesmo e já esta passando de bom. No segundo post vou mostrar esses produtos que citei acima com a marca Avon e com os preços pra vocês terem uma noção do que comprar.

Receita - Tempero caseiro para o dia-a-dia.


Hoje vou dar uma receitinha simples, mas que salva minha vida, o meu tempero caseiro preferido, que vai poucas coisas e dura um tempão.

ATENÇÃO!!!Esse post foi publicado originalmente me 09 de agosto de 2011, hoje ele esta sendo reciclado e voltando a página inicial desse blog! O texto contido aqui é antigo, mas super válido! 
Ingredientes:
  • 500g de alho.
  • 1 cabeça de cebola picada em cubos.
  • 1 maço de cheiro verde (salsa, coentro e cebolinha).
  • 1 xícara de óleo ou azeite.
  • Pimenta verde à gosto.
  • 1 kg de sal.
Preparo:
Bata no liquidificador todos os ingredientes menos o sal, pode bater sem medo, até ficar uma pasta homogenia, depois coloque a pasta em uma tigela e misture o sal, mexa bastante até misturar bem.
Guarde em um pote com tampa hermética (eu guardo nas minhas tupperwares), como vai azeite ele não fica um tempero seco, fica mais molhadinho.

Dica: Quem estiver com medo de tacar alho no liquidificador e depois ficar com gosto e cheiro de alho no coitado pra sempre, a dica é que depois que retirar a mistura do alho, enxágue o copo do liquidificador, coloque água, detergente, 4 colheres de café em pó e bata uns 3 minutos, depois enxágue, e lave normalmente com bucha e sabão. O detergente tira o gosto do alho e o café tira o cheiro.


19/07/2017

Dica: Como dar um jeito nas unhas que descascaram na ponta!


Primeiro peço mil desculpas pelo chá de sumiço que eu dei né, desde sexta sem postar nada, mas é que eu estou entrando numa fase complicada da faculdade que não me deixa muito tempo pra escrever aqui, mas eu ainda estou firme e forte no twitter, Facebook e tumblr.



ATENÇÃO!!! Esse post foi publicado originalmente me 13 de setembro de 2011, hoje ele esta sendo reciclado e voltando a página inicial desse blog! O texto contido aqui é antigo, mas super válido! 

Hoje quero dar uma dica que me ajudou muito esse fim de semana, eu ia viajar e não tinha tempo pra fazer as unhas, mas as pontas das minhas unhas estavam todas lascadas, coisa mais horrível, ai eu pensei rápido, lembrei de alguns post que eu havia visto em alguns desses blogs de esmaltes da vida e fiz um "remendo" bem legal:

Como vocês podem ver, minhas unhas estava assim, até eu tirar esse esmalte preto (que dá o maior trabalho pra tirar né), limpar a unha e afastar a cutícula ia demorar um século, então eu fiz o seguinte:

Basicamente eu enrolei as unhas em fita crepe e deixei as pontas de fora, mas é uma coisa tão fácil que acho que todo mundo já fez isso um dia, então escolhi o esmalte garota da capa pra pintar as pontas e o resultado ficou maravilhoso. Salvou meu final de semana.


Acho que ficou lindo, adorei, fica a dica pra quando vocês estiverem com pressa ou quando quiserem uma francesinha diferente, na próxima vez vou tentar com umas cores mais leves pra ver como fica.
Beijosss

13/07/2017

Móveis pra mandar fazer na marcenaria


Esses dias eu criei um Instagram novo pra dividir com vocês minhas coisinhas de decoração e inspirações para minha futura e tão sonhada casa nova (@casa480), e com isso eu acabei curtindo um milhão de Igs sobre decoração, e acabei conhecendo o Instagram da @jaquelinekrehnke - foi aí que meus olhos brilharam de amor pelos móveis de madeira!

Leia Também:


Alguns anos atrás eu torcia o nariz para madeira, qualquer coisa de madeira pra mim ~tava feio~, era brega, eca eca eca, mas hoje eu tô sonhando com uma casa inteira de madeira rsrsrs.

O mais engraçado disso tudo é que, o que me fazia não gostar de móveis de madeira é que eles duram muito tempo, tipo pra sempre né rsrsrs, e eu sempre falava que o legal era ter que trocar de móveis de vez em quando. Hoje um dos motivos de me sentir atraída pela madeira é justamente esse, a durabilidade!!!


Acho que tô ficando velha rsrsrs e mais segura com o meu dinheiro!

Inspiração:
Imagens via: @jaquelinekrehnke

Uma loja muito bacana que vende móveis de madeira é a Meu móvel de Madeira - MMM, acho que todo mundo conhece né, pra quem mora em grandes centros essa loja salva vidas, mas como eu moro no interior do interior, o frete acaba sendo mais caro que os móveis em sim.

E como eu sou virada na loucura quando quero muito uma coisa, o que eu estou fazendo é me inspirando em algumas peças da loja e mandando fazer no marceneiro que tem aqui em frente de casa rsrsrs.

Além de ajudar o pequeno produtor, estou conseguindo móveis de madeira a um preço bem bacana, as vezes até uns 50% mais barato que os da loja online.

Como eu disse pra vocês, a intenção não é copiar o item da loja (até porquê isso seria plágio/crime), mas se inspirar nele, veja o exemplo das minhas cadeiras da mesa de jantar, me inspirei nessa da imagem acima, mas elas não ficaram nem um pouco parecidas,  rsrsrs

Agora estou fazendo o orçamento da rack, quero uma bem parecida com essa da imagem que postei acima, mas um pouco menor e com alguma forma de esconder o roteador de internet aqui de casa, ainda estou planejando o móvel (medidas, desenho e etc), depois vejo o preço com o marceneiro e se ficar mais barato que a da internet eu faço com ele.

Outra vantagem de mandar fazer os móveis de madeira é que você pode planejar tudinho, fica tudo com a sua cara e do jeito que você sempre sonhou. Já falei que esses móveis duram para sempre? Hahaha estou amando essa minha fase, estou me sentindo tão adulta, estou igualzinha a minha mãe. Que doideira kkkkkk

Que tal guardar esse post no seu Pinterest? Use a imagem abaixo para pinar!

E aí? O que acha dos móveis de madeira? Já chegou nessa fase da vida ou ainda tá na fase que o legal é trocar de móveis de vez em quando? Conta aí colega!!!
Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.