04/05/2017

Projeto Um Ano Sem Sapato


Pra quem não sabe do que se trata o Projeto Um Ano Sem Sapato, eu falei dele nesse post Aqui, mas vou fazer um resumão pra quem tá com preguicinha de clicar:
Pra inicio de conversa, quero deixar claro que não é mera coincidência o projeto ter o nome parecido com o nome do blog da Joana do Um Ano Sem Zara, eu me inspirei totalmente nela, pois acho ela incrível! O projeto consiste em ficar um ano inteiro sem comprar sapatos, não pode nem chinela de dedo (Havaianas), tem que usar, até acabar, todos os pares de sapatos que estão na sua sapateira.

Bommmmm, foi bem difícil ficar um ano inteiro sem comprar sapatos, mas não é impossível, na verdade é até necessário para pessoas que, assim como eu, compram demais. 

Depois desse um ano sem gastar com sapatos, vi meus pares favoritos estragarem um após o outro e, quando o projeto acabou eu não quis fazer de novo.

Até que recentemente fiquei sem guarda-roupas e me vi com uma caixa gigantesca de sapatos, dezenas de pares, pares que não uso a anos, todos amontoados, ocupando espaço e ao mesmo tempo esfregando na minha cara o quanto eu gasto desnecessariamente com esse item de moda.

Já estou organizando meu novo Armário Cápsula, então pensei que tinha o dever, a obrigação, de organizar um novo UASS, já que meu dinheiro anda curto, e minha sapateira lotada.

Nesse post Aqui eu mostrei pra vocês os pares escolhidos e as regras do Projeto, mas nesse ano quero mudar algumas coisas, por exemplo, quero escolher apenas 10 pares pra usar durante três meses e guardar o restante numa caixa lacrada.

Com essa técnica de tirar os outros pares de vista, vou poder sentir falta dos sapatos e, após três meses abrir essa caixa, com os sapatos velhos, vai ser quase uma ida ao shopping. Esse truque já é usado no Armário Cápsula e super funciona.

Os escolhidos:


▲ 01- Mule Mocassim Dafiti Shoes ▲ 02- Alpargata Vizzano ▲ 03 - Sandália tratorada FiveBlu ▲ 04 - Sandália Meia Pata Moleca ▲ 05- Sapatilha Carmen Steffens ▲ 06- Mocassim Santinato ▲ 07-Alpargata Vizzano ▲ 08- Chinelo Carmen Steffens ▲ 09- Sapatilha Carmen Steffens ▲ 10- Scarpin Bebecê ▲

Escolhi alguns pares que estão super em alta na estação, inclusive alguns desses eu comprei recentemente e ainda nem chegaram aqui em casa, escolhi duas alpargatas quase iguais porquê eu amo esse sapato, ele é apenas o mais confortável do universo, e porquê sou dessas rsrsrs

Durante três meses, faça chuva ou faça sol, apenas esses sapatos, mesmo se estragar, mesmo se eu for convidada para um casamento ou formatura, só poderei usar esses! 

Estou me desafiando a sério e, pode parecer meio masoquista para algumas pessoas, mas quem é descontrolada com compras sabe que as vezes temos que tomar medidas drásticas para evitar o consumo desenfreado.

Me acompanhem por aqui que logo logo vou começar a postar alguns looks do meu Armário Cápsula, usando os sapatos do Projeto Um Ano Sem Sapato!

Ah, já me conta aí nos comentários o que você acha desse desafio? Faria? Me acha louca? Tá doida pra fazer também ou Deus me livre?

xoxo
Gardenya


Um comentário so far

  1. Então, eu também gasto demais com sapatos (e bolsas). Mas não aprovei a sua ideia de todo. Ano passado eu olhei meu closet e pensei: "nossa, não vou precisar comprar nem um par de botas neste ano." O frio veio e comecei a usar as minhas botas - joguei 11 pares no lixo e consequentemente, tive que comprar novas. À medida em que fui usando, fui observando que elas tinham o prazo de validade vencido. O que era sintético, se desmanchou, as de camurça (amo) tiveram a sola envidraçada ou sei lá como se diz. Usando minha bota favorita, por causa do salto ( que no passar do tempo ficou duro, seco e liso), caí um baita tombo e no mesmo dia, joguei ela fora. Ou seja, o sapato não usado, estraga tanto como o usado. Primeiro eu me proibi de comprar botas que não fossem de couro, mas depois eu cheguei à conclusão que o ideal é manter apenas o que se usa e não comprar mais, até reduzir a quantia. Não guardei nada, só fui usando. Se acontecia algo (descostura, com a sola, etc) jogava direto pro lixo. Por isso, cuidado com a proposta de encaixotar sapatos e não usar por muito tempo, pode ser que quando abra a caixa, todos devam ser levados ao lixo. Hoje em dia não se faz nada mais realmente durável e não é legal se privar daquilo que você já tem.

    ResponderExcluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.