06/05/2017

Meu tratamento dentário com Aparelho Ortodôntico

Atualmente essa é minha foto de capa do Facebook, assim com esse sorriso de orelha a orelha, eu estava bem feliz nesse dia, mas mesmo com toda a felicidade do mundo eu não estaria com os dentes a mostra se não fosse pelo meu tratamento dentário, onde coloquei aparelho ortodôntico e, depois de 27 anos, pude finalmente sorrir de verdade sem ficar com vergonha.

Antes de mostrar pra vocês como eram os meus dentes, vou contar minha história pra vocês: 
Eu coloquei aparelho aos 14 anos, era um tratamento doloroso e muito longe de casa, eu viajava por 14 horas num ônibus pra ir na cidade, que era em outro estado, pra poder fazer a manutenção todo mês.
Ficava caro, mas minha mãe entendia como aquilo era importante pra mim, quando essa parte do tratamento acabou e eu finalmente podia transferir as manutenções pra minha cidade mesmo, foi um alívio, maasssss o dentista que contratamos era meio malandrão e, depois de uma briga feia com minha mãe ele se recusou a devolver minha documentação ortodôntica para que eu pudesse transferir o tratamento pra outro profissional.
Aí minha mãe apelou, eu apelei, e decidimos interromper o tratamento! Eu fiquei bem magoada, mas prometi pra mim mesma que quando eu tivesse meu próprio dinheiro eu iria voltar ao tratamento e iria sorrir de verdade, sem sentir vergonha. Isso foi quando eu tinha 15 anos.
Antes e Depois:

Não sei o que aconteceu no meio do caminho, mas mesmo eu sendo funcionária pública desde os 18 anos, com emprego fixo e um salário até legal, eu nunca mais me interessei em colocar aparelho. Eu sentia vergonha dos meus dentes, mas nunca ia no dentista fazer um orçamento ou dar o ponta pé inicial pra resolver o problema.

Até que passei por uma crise de baixa autoestima, onde me setia feia, gorda, descabelada, ridícula. Foi uma fase negra, e eu quase cai num abismo sem volta, a depressão. Por sorte, eu leio muitos blogs inspiradores nessa internet e num deles eu li que a gente tem que buscar, com as próprias mãos, as coisas que nos fazem bem!

Se eu me sentia feia naquele momento, só dependia de mim mudar isso. Então fui listando as coisas que eu queria mudar em mim, no meu corpo. No topo da lista estava os dentes! E no meio de coisas simples como um corte de cabelo e coisas impossíveis como mais 10 cm de altura, eu vi que a maioria das coisas que eu gostaria de mudar só dependiam de mim, de dar o primeiro passo sabe?

No outro dia fiz uma avaliação no dentista e no outro mês eu já estava de aparelho nos dentes. Isso foi a quase dois anos atrás. Hoje meu tratamento está quase no fim, e meus dentes não me envergonham mais, e sorrir com os dentes de fora se tornou um hábito.
Veja nesse post aqui como ficou minha sobrancelha definitiva, outro item dessa minha listinha que já foi riscado!

Então se você, hoje, está se sentindo assim, feia demais, gorda demais, com a autoestima no negativo, faça uma lista de todas as coisas que você gostaria de mudar no seu corpo. Escreva tudo mesmo, o possível e o impossível. Analise, veja o que pode ser mudado, o que depende só de você e dê o primeiro passo.

Não fique sentada esperando o dia em que vai, magicamente, acordar linda, não pense que vai ser fácil assim, porquê não vai! Nada na vida é fácil, não é mesmo?!! Mas não desanime, não perca o foco. Vá até o fim e no fim se sinta linda!

Ah, não precisa de muito dinheiro ou de investir todo seu tempo e dinheiro de uma vez, trace uma meta, pode levar anos, mas faça o que puder por você! Eu estou quase zerando as coisas possíveis da minha listinha, agora falta as que dependem de milagres, as que depende de eu nascer de novo e as que dependem de muitoooo dinheiro rsrrsrs

Postar um comentário

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.