06/09/2016

Armário Cápsula Anual: Depois de 6 meses eu desisti!

image
Sim, você leu certo, eu desisti! Mas não quero te desencorajar de tentar, não mesmo, muito pelo contrário, acho que é super válido a tentativa, mas Um Ano Sem Sapatos foi mamão com açúcar perto de um ano sem roupas, sapatos e bolsas.

Eu estava indo bem, quase não sentia falta de nada, queria uma bolsa nova, mas nada que não pudesse esperar, eu precisava de calças jeans menos surradas, mas também podia esperar, mas um dia uma pessoa me perguntou o porquê de eu estar andando com uma bolsa estragada se eu podia comprar uma nova?

Foi o gatilho, foi o motivo de eu jogar tudo pro alto e ligar o ~foda-se~, eu sou uma pessoa bem sucedida (digamos assim), tenho um emprego bom, eu ganho mais ou menos bem, então porquê eu estava me sujeitando a andar com uma bolsa com a alça desmanchando se eu poderia facilmente comprar uma nova?

A resposta foi fácil, eu queria aprender a comprar, eu queria reduzir meu consumo, eu precisava gastar menos com roupas, bolsas e sapatos, com coisas desnecessárias! Eu preciso ter controle financeiro!

Então, depois de analisar bastante as minhas opções, e pensar em tudo o que eu queria da minha vida, eu resolvi comprar uma bolsa nova, e também comprei duas calças jeans. Confesso que senti muita culpa depois de comprar, mas tento me convencer de que precisava dessas peças e não houve exagero na compra, eu gastei ao todo 180,00 reais, não foi caro.

E agora, pensando bem, acho que um ano é muito tempo, é um tempo desnecessário, fiquei seis meses sem comprar, não foi difícil, não é impossível, mas é desnecessário, não precisa andar rasgada e desbotada só pra cumprir um projeto, acho que agora posso me controlar pra comprar apenas o que precisar e quando precisar. Não preciso comprar três bolsas ao mesmo tempo, uma de cada cor, basta uma, mas uma que estava em bom estado. Entende?

O mesmo vale para os sapatos, e para as roupas, quando minha bota estragar eu compro outra, quando minha calça jeans desbotar e não tiver como pintar eu compro outra, afinal calça jeans é quase meu uniforme do trabalho e eu uso todo santo dia, não preciso andar "mulambenta" só pra aprender a comprar menos, acho que depois de quase dois anos fazendo vários tipos de Armário Cápsula eu já aprendi que posso viver com menos!

image
(Foto com muito filtro! Essa calça está desbotada e o blazer também, a sandália, que é minha preferida, já foi colada com superbonder duas vezes e está quase inutilizável!)

Vou continuar pintando minhas roupas e colando meus sapatos, esse é um legado do Armário Cápsula que eu nunca vou deixar de seguir, também não quero fazer dívidas comprando roupas, bolsas e sapatos, quero comprar à vista e quando necessário.

Espero conseguir, e acredito que conseguirei, graças ao tempo que passei sem comprar por causa desses projetos que fiz. Então se você tem problemas com compras assim como eu, recomendo, do fundo do coração que faça um Armário Cápsula, que teste, que se desafie. Você vai aprender muito, eu garanto!
image

4 comentários so far

  1. feeeeeeeeeeeeeez certinho!!!!!!1 tb preciso de umaaaa :O beijooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrsrs é muito bom quando concordam com a gene, mesmo quando a gente acha que fez cagada rrsrsrs valeu Thais.
      Bjim

      Excluir
  2. Até os "sacrifícios" tem limites, né? Acho que se tu realmente entendeu o propósito do desafio, perfeito! Que continue se desafiando, sem sofrer ou andar mulambenta por aí...hahaha
    Nada melhor do que reaproveitar o que ainda temos, mas chega um momento que não dá mais!
    Parabéns pela atitude e perseverança. Pois o fato de ter sucumbido às compras (hahaha) soube gastar de modo inteligente e econômico, acho que é disso que se trata o desafio, não é?
    Adorei teu blog.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais vc me entendeu perfeitamente, falou tudo clap clap pra vc!
      Amei
      Bjim

      Excluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.