02/02/2012

Quantas Visitas?

Esta “todo” mundo preocupado com quem esta recebendo mais visitas, quem tem mais comentários, qual é o melhor blog e por ai vai, não vou ser hipócrita e fingir que não me importo com isso, porque eu me importo sim, não escrevo um blog para ser a melhor blogueira do mundo, escrevo para que alguém leia, porque se não, que sentido tem escrever se ninguém esta lendo?  
Escrever não é para quem quer, é para quem realmente gosta, existe um milhão de blogs, mais da metade são de pessoas que criaram um blog para entrar na modinha do “eu tenho um blog/eu sou blogueira”, e a outra metade realmente gosta de escrever. Eu que me firmei com o meu blog, escrevo o que me vem na cabeça, coisas que faço, que uso, que quero, escrevo o que eu sou.
O que me alegra, me faz continuar escrevendo é entrar nas minhas estatísticas e ver que cada dia, mais e mais pessoas estão entrando e visitando o Depois, estão gostando, mesmo que ainda não tenha quase nada de comentários eu sei que vocês estão ai, que vocês lêem o que eu escrevo. Então querida amiga blogueira, se seu blog é novo ou não tem muitos seguidores ou não tem comentários, olhe suas estatísticas (para quem usa blogger), lá é o lugar que te dirá se você deve ou não continuar escrevendo, se tem ou não pessoas interessadas em ler o que você escreve. As minhas estatísticas estão dizendo isso: (clique na imagem que ela aumenta *-*) 

São quase 50.000 (cinqüenta mil) visitas por mês, mais de 2.000 (duas mil) visitas por dia. Fico muito feliz em saber que vocês me visitam, e que em menos de 3 meses eu passei de 20 mil visitas por mês para quase 50, acho que estou crescendo e aprendendo a escrever direito.
Amo o meu blog e amo escrever, mas não vou mentir, se não fosse por essas visitas todas, eu já teria desistido, e quem sabe iria ficar o dia todo lendo aquelas imagens idiotas do Facebook. Então Obrigada por estarem sempre aqui! Muito Obrigada mesmo!!!

5 comentários so far

  1. Aproveitei o post pra deixar um comentário... Não se preocupe com esse tipo de coisa, meu blog também tem poucos comentários, apesar de ser antigo e ter muitos acessos. Ao longo dos anos na web descobri algumas coisas:
    1) a facilidade que o blog oferece na hora de comentar ajuda, qndo o site dá erros as pessoas acabam desistindo.
    2)  normalmente, e infelizmente, as pessoas comentam mais quando querem pichar algo.
    3) não se preocupe com esse tipo de medição, aposto que você recebe tweets, comentários no facebook e emails carinhosos. Esses sim são os grandes termometros se o público tem carinho pelo blog.

    beijos,
    LUV!

    ResponderExcluir
  2. Eu sempre aqui ler seus posts, mais como leio no trabalho nunca comentei!
    Parabéns e sucesso aqui sempre!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Obrigada querida, te espero sempre por aqui. bjãoo

    ResponderExcluir
  4. Julia, realmente vc falou tudo agora, estou analisando e não sei se esse sistema de comentários que eu uso ajuda, e as vezes fico chocada como tem gente que se dá ao trabalho de comentar só pra te xingar ou falar mal, mas estou aprendendo a lidar com a falta de comentários justamente com o sistema de estatísticas, que me mostra que mesmo as pessoas não comentando elas me visitam. Valeu pelas dicas e obrigadãoooooo

    ResponderExcluir
  5. Gardenya!
    Gosto muito de ler os comentários nos meus posts e vizualizar as visitas feitas, de onde vem, etc...
    Muitas vezes não dá para comentar em todos, mas acompanho as postagem pelo feed e quando algo chama mais a atenção, procuro comentar, nem que seja uma vez por mes ou por semana, ao menos para que o blogueiro saiba que estou observando e acompanhando o blog.
    A postagem foi ótima.
    Bom final de semana.


    Cheirinhos


    Rudy


    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.