05/03/2016

Como filhos doentes mudam nossa vida!

image

( João Bernardo aos 3 meses de vida)

Estou tentando escrever esse texto tem uns dias, mas não tinha tempo, e agora que abri o editor, já mudei o título várias vezes e não acho que esta realmente bom, mas resolvi só contar minha história pra vocês e pronto! Então vamos começar do começo né?!!:

O João Bernardo nasceu em maio de 2014, com três dias de vida inventei de dar leite Nan pra ele, pois meu leite materno não havia "descido", claro que não deu certo e ele passou mal, teve diarreia e foi parar no hospital. Depois aos cinco meses eu resolvi que era hora de introduzir outros alimentos além do leite materno, fiz tudo certinho, sopinha de legumes, sem sal, sem óleo, tudo amassadinho e fresco, só que um belo dia achei que devia dar um Danoninho pra ele, achei normal já que a Duda (minha filha mais velha) tomou Danoninho aos 4 meses e nunca sentiu nada.

Resultado: cinco dias no hospital fazendo cocô com sangue, quando voltei pra casa, achava que o problema tinha sido um pedaço de papel que ele havia comido mesmo dia, mas hoje vejo que não foi isso, meu filho sempre teve uma "pré" disposição a ter Alergia a Proteína do Leite de Vaca (conhecida como APLV). Mas nós nem imaginávamos, eu nunca imaginei.

Com um ano e dois meses eu desmamei e comecei dar leite de caixinha (Piracanjuba Integral), e ele nunca sentiu nada, pelo menos nada que eu achasse estranho, era uma criança normal, até que durante essas férias em algum momento, que eu nunca vou descobrir quando ou onde foi, ele ingeriu leite de vaca natural (não industrializado) e foi onde o organismo dele finalmente falhou e não deu conta de digerir a proteína.

Resultado: quatro dias internado com infecção intestinal, vomitando, cagando sangue vivo, sem comer, perdendo peso e quase morto. Depois de longos 4 dias resolvi tirar ele do hospital, sem ter alta, e levar pra outra cidade, onde tinha melhores recursos para sabermos o que ele tinha, fiquei mais três dias lá com ele passando mal, até o ter o diagnóstico. Agora imaginem o coração dessa mãe que vós fala, imaginem meu emocional, estou um caco minha colega, um caco!

Nunca imaginei que uma criança com quase dois anos poderia ter uma alergia alimentar dessas, sempre achei que as crianças alérgicas já nasciam assim, e pronto! Grande erro, meu erro, por não ver os sinais que ele me deu desde o terceiro dia de nascido.

Agora estou em casa, tem três dias, e ele continua fraco, ainda vomita, mas graças a Deus não faz mais cocô com sague, toma um caminhão de remédios para repor as paredes do intestino, mais um caminhão para não vomitar tanto, ainda esta bem desidratado e emagreceu três quilos. Meu bebê, que era uma criança super ativa, custosa, subia em tudo, mexia em tudo, agora fica onde eu a coloco, se eu o coloco no sofá, lá ele fica, não desce, não pede comida, não pede água, fica lá o dia todo se eu deixar.

image

( ↑Fotos de alguns meses atrás)

Já li tanta coisa sobre crianças com APLV, e aparentemente é "normal" eles ficarem assim por alguns dias depois de uma crise,  tem mães que relatam meses até o filho voltar a ser como era antes. Não é fácil, não tem sido fácil!

Aí vem a dieta, única forma de prevenir essas crises, nada de leite de vaca e seus derivados, até aí ok! Mas depois você descobre que até pasta de dente tem leite de vaca, e o absurdo continua quando vejo na lista da nutricionista coisas como sardinha, salsicha, calabresa, presunto e mais um monte de comidas que a gente nunca na vida imaginava que contém leite ou traços de leite na fabricação.

Ah e a maioria dessas comidas não citam na embalagem que contem esses traços, então a gente meio que fica as cegas pra alimentar o filho da gente, porque infelizmente ainda não regulamentaram uma lei que obrigue pôr nas embalagens quando contém leite, como a lei do Glúten ( contém Glúten / não contém Glúten).

Enfim, a alimentação aqui em casa tem sido mais saudável, nada de industrializados, nada de salgadinhos (pois tem leite neles também ºOº), nada de pizza aos sábados ou sanduiches aos domingos, muitos brócolis e cenouras, feijão e carne de soja. Como dizem à males que vem para o bem. Acho que esse pode ser um desses males!

image

5 comentários so far

  1. Gardenia força seu filho vai ficar bem vou rezar por vcs bjs

    ResponderExcluir
  2. Tudo ficará bem. Força estou rezando por vcs bjs

    ResponderExcluir
  3. Tenha muita fé minha filha,
    Às vezes o propósito de Deus não é do jeito que agente espera.
    Às vezes, Ele nos permite até chorar e ter que enfrentar a guerra. Agente só precisa entender, Deus prova aqueles que são escolhidos.
    Não pense que Ele não te ama, mas é que Ele tem propósito contigo.
    Deus pode permitir o choro, mas depois consola,
    pode permitir a dor, mas depois Ele cura, pode permitir a prova,
    mas a recompensa chega no final já com vitória.
    A tua vida esta no controle de Deus,O Senhor está a contemplar a tua causa,
    seja lá qual for a situação que você enfrenta, tão somente creia.
    Pois o Senhor se coloca de pé para pelejar por ti.
    Receba a benção de DEUS... Amo vcs... Bjs

    ResponderExcluir
  4. Que bom saber que ele está melhor, após o susto. Tenha força e paciência que com o tempo tudo vai se resolver. Hoje tem muitas pessoas trocando informações sobre esse tipo de alergia, com certeza você vai encontrar apoio e uma forma de lidar bem com as restrições dele. Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Ola! Gostei do seu Blog e tenho um Artigo para colaborar no seu Blog, faço divulgação na minha rede +2 milhões de acessos e te dou Link do meu blog. Não cobro! O que peço em troca peço é um link dentro do artigo para meu blog. Quer receber uma proposta para avaliação?
    prof.rosioliveira@gmail.com

    ResponderExcluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.