03/08/2011

O fim de semana mais que perfeito(?)

Nesse fim de semana eu consegui me sentir Rica e Pobre ao mesmo tempo, fui para no hotel mais caro da cidade onde eu estava, eu e o marido, nos demos ao luxo de uma vez na vida bancarmos os ricos num hotel primeira, mas ao mesmo tempo que eu me sentia a poderosa no meio de tanto luxo eu me sentia a pobretona vendo como as coisas eram caras.
Foi uma experiência boa, mas não sei se quero repetir, vivo falando que a gente tem que viver a ralidade da gente e esse fim de semana pude comprovar que realmente é muito melhor viver a realidade do que sonhar com o impossível. O lugar era lindo, tudo perfeito, o jardim, o quarto, os travesseiros mais macios que já usei na minha vida, tudo perfeito. Vejam as fotos e babem comigo, aperte o play e relaxa que esta em slideshow.kk

O problema disso tudo eram os preços, uma lata de coca cola: R$ 4,50, um pacotinho de amendoim: R$ 6,00, tudo tão caro que me dava uma coisa ruim por dentro, só de pensar como tem gente que gasta com coisas tão caras e dormem tranquilas, enquanto milhões de crianças morrem de fome pelo mundo. Cheguei a conclusão que os ricos são esnobes e mesquinhos, são egoístas e desumanos, e eu não quero ser rica e pagar o triplo do que uma coisa realmente vale só porque eu tenho dinheiro, no restaurante onde a gente comeu as coisas eram igualmente caras, e tinha um pessoal numa mesa do lado que já estavam bêbados, pensei na conta deles, porque se uma lata de cerveja (Skol mesmo, nem é uma cerveja diferente ou importada) custava 5,00 reais, e pra ficar bêbado tem que beber bastante, quanto não ia dar a conta daquele povo.
Aposto que  daria pra alimentar uma família por uns dois meses, sabe meninas eu realmente quero continuar sendo classe média baixa, não quero passar fome, mas não quero ter dinheiro sobrando entendem?
Porque se eu ficar rica pode ser que eu me esqueça dos valores humanos que carrego comigo, pode ser que me esqueça que no mundo existe pobreza, miséria e fome, vai que eu me torno mais uma milionária que só pensa em bolsas de 50 mil dólares e sapatos de 30 mil e me esqueça que um dia fui feliz com minha melissa de brechó que custou 50 reais.
É isso, falei falei e não sei se meu fim de semana foi mais "bom" ou mais "ruim"!!!

6 comentários so far

  1. Gostei das fotos e concordo com o post.
    Como dizem...Poucos com tanto e muitos com tao pouco!!
    Adorei o blog!
    Seguindo!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Tirou as palavras da minha boca, uns canto e outros com nada..

    ResponderExcluir
  3. Que lugar liiiiiiiindo! Que deliiiicia!
    Concordo com o que você disse, pra mim, o importante é não passar necessidade, e isso aí é detalhe, é luxo! De vez em quando é legal dar uma aloprada e viver uns dias assim, mas acho que não sempre né? hahahaha

    ResponderExcluir
  4. oi, sempre leio seu blog mas nunca tinha comentado! com o seu post hoje achei importante, porque me tocou...uma vez fui a um cruzeiro de navio e fiquei com a mesma impressao de que haviam confortos demais à disposição de tão poucas pessoas. mas acho que de vez em quando aproveitar as coisas boas não nos fazem seres humanos ruins! e se consegues fazer essa reflexão depois de ter passado o fds lá, é prova de que está tudo ok aí por dentro...rs.. pergunte-se: o que vc seria capaz de fazer pra ter aquilo? acho que essa resposta também ajuda a definir.
    beijos e se quiser visitar meu blog, vou ficar contente!
    http://bossabeat.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Fulana kkk, já tinha visitado seu blog antes, achei bem legal a forma que vc escreve, tipo suas coisas seu diário.
    o que vc falou esta super certo, eu não seria capaz de nada pra ter aquilo de novo, acho é um luxo de uma vez na vida, só pra ter a experiência, mas se fosse sempre, me incomodaria. |Eu não conseguiria ser eu mesma assim.

    ResponderExcluir
  6. O lugar é lindo mesmo!
    Mas você tem Gardenya tem razão.
    Concordo com tudo.
    Fico *uta da vida é com essa ostentação, esse desprezo, essa indiferença com os menos privilegiados financeiramente.
    Cadê os valores das pessoas?
    Cadê o ser humano?

    ResponderExcluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.