13/08/2010

A grande dificuldade das blogueiras: Sobre o que falar e porque falar. (Desabafo)

Outro dia estava passeando pelo TPM Moderna e vi um desabafo da Dai, entre várias coisas ela, falou sobre as dificuldades que um blogueira enfrenta, sobre como a gente tem que dar duro pra tentar crescer e como as vezes isso não é respeitado por certos leitores.


Fui parar pra pensar sobre minha vida de blogueira e em como eu ralo pra deixar esse blog decente, sempre pensando em que tipo de assunto eu devo abordar, em como eu devo escrever, me vigiando na correção do português, sempre pensando na leitora como uma pessoa especial, mas as vezes eu me pergunto, sobre o que eu devo falar no meu blog? E porque eu devo falar? Porque não largar tudo isso e continuar com minha vida corrida, com meus dois empregos que me matam, com minha filha que fica o dia todo na creche e a noite ainda vai trabalhar comigo pra gente poder ficar juntas. 

A resposta dessas questões eu já encontrei faz tempo, acho que se não fosse pelo meus blogs, que começou com o Gardenyas Brechó e a Casa dos Brechós, eu já tinha ficado louca literalmente, é muita pressão, muita responsabilidade pra uma menina que tem 21 anos  e fala desde o inicio do ano que tem 22 porque quer ser mais velha. (tá! Mas meu aniversário de 22 ta chegando agora, é dia 27/09, mas em janeiro já vou falar que tenho 23).

Não fiz esse blog pra ganhar dinheiro, apesar de já estar lucrando com ele um pouco, mas eu fiz um blog pra mostrar que eu sou capaz, pra fugir da realidade e pra fingir de vez em quando que minha vida é diferente. Não sou uma menina rica e mimada igual as grandes blogueiras do país, sou pobre, sempre fui pobre e acho que sempre vou ser, sou do interior, fui ao cinema exatas cinco vezes em toda minha vida, nunca vi um produto da M.A.C, e acho que nunca vou ver nem de longe, moro em uma cohab, não tenho TV a cabo e ralo pra pagar a internet, mas o que vocês leitoras tem com isso? Nada, só que da próxima vez que for pensar que eu fico aqui nesse blog porque não tenho nada pra fazer, lembrem-se que o mundo é muito extranho, e que provavelmente eu seja muito mais parecida com você do que você imagina.

Mas vocês devem estar se perguntando, porque que eu estou escrevendo essas coisas? Bom, nem eu sei, mas eu só queria dizer que não é legal quando algumas pessoas visitam meu blog e por algum motivo não gostam, mas não se sentem feliz por simplesmente fechar, tem que vir e deixar um comentário maldoso e me fazer sentir uma idiota, e eu me pergunto se essas pessoas acham que os blogs se fazem sozinhos, se elas não sabem que tem alguns humanos por traz deles, se elas não sabem que a gente é gente e que temos sentimentos assim como elas. 
Mas hoje espero que algumas pessoas parem e leiam esse post e descubram que eu sou uma pessoa comum, com problemas comum da sociedade do nosso país e que tenho sentimento, que sofro e sou feliz ao mesmo tempo, que eu sou literalmente IGUAL a vocês.
(Agora sim, pronto falei!)

6 comentários so far

  1. Vc precisa pensar que esse tipo de pessoa que entra num blog e deixa algum comentário maldoso (não digo crítica) é pq ela não tem coragem (nem capacidade)o suficiente para encarar os problemas da vida dela então acaba vomitando a sua dose de frustração num lugar e numa pessoa que ela sabe que não oferece problema algum (afinal sempre são anônimas, né?). Tenho visto mtos posts a respeito disso. Mas acho que vc não devia se incomodar com gentinha que ataca os outros pq tem medo de olhar para a própria vida que, convenhamos, deve ser ridícula.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Não se importe com isso, ela deve ter inveja do sucesso que seu blog faz!!!
    Sem a mínima capacidade de conseguir criar ou levar adiante um!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu fiquei muito chateada uma vez quando recebi um e-mail de uma pessoa me falando que o meu blog era muito feio e não fazia o estilo dela. Tudo bem, ele pode não ser o mais lindo de todos, mas tenho certeza que nunca foi tão feio assim. E mesmo que fosse, acho que poderiam ter sido um pouco mais delicados. Beijos, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Sabe que eu me identifiquei com seu blog, nem sabia porque, e é o primeiro blog que eu comento, acho que foi por isso, me identifiquei no seu desabafo....

    ResponderExcluir
  5. Que bom que gostou Bru, é muito bom ler comentários como o seu.
    brigadão e seja bem vinda!

    ResponderExcluir
  6. Oi Gardenia, poxa deve ter uns 2 meses que coloquei seu blog na minha listinha de favoritos,vez ou outra venho por aqui e gosto de ler um pouquin, fico te imaginando... Você tem uma carinha de menininha é mais nova que eu, mas bem mais madura, até mesmo por ser casada com filhinha e td mais...Li esse post e me amarrei em vocÊ!! Você não é mimada, tenho isso comigo de que so faz um blog quem é dondoquinha, estou com dois blogs apenas no começo, escrevo mais para desabafar e esquecer um pouco o mundo real, mas tah ai gostei virei sua fã, afinal vc é gente como a gente! Paz e sucesso!

    ResponderExcluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.