10/03/2010

A Primeira traição de uma amiga.


Eu sempre fui uma pessoa popular na escola, eu nunca fui a mais popular porque nunca fui bonita, mais eu sempre fui muito inteligente e legal, e isso me ajudava a fazer amigos, eu sempre estava rodeada de amigos, conhecia todo mundo da escola e todo mundo me conhecia, mas toda menina tem seu grupinho de melhores amigas, e eu tinha o meu, claro que todo ano esse meu grupinho mudava, ou porque eu mudava de escola ou porque entrava uma menina legal na sala.
Na 7ª série eu gostava de um menino (o Marcos), e minha vida era falar dele pra elas, de como ele era lindo, como o cabelo dele era lisinho, e como a roupa dele era cheirosa, (eu sabia disso porque uma vez eu cheirei a camiseta dele na fila do lanche sem ele perceber) e como toda menina apaixonada eu achei que era o melhor cheiro que já havia sentido em toda  minha vida.
Não sei se foi por isso, mais uma das minhas melhores amigas começou a gostar dele e me deu um dos maiores golpes da minha vida, ela começou a namorar com ele, eu me senti um lixo, traída, humilhada, mais fazer o quê? Ela era linda,  e eu era inteligente, pensei quase uma noite inteira, sobre o que eu deveria fazer, me afastar? Bater nela? Bater nele? O que fazer?
Pensei ate chegar em uma decisão, eu não iria fazer nada, eu ia fingir que não era comigo, iria continuar sendo amiga dela e consequentemente amiga dele. Foi a melhor decisão da minha vida, eu sempre estava com eles e quando eu não estava ele perguntava por mim, e ela se sentia culpada e eu me sentia estranhamente feliz, por estar do lado dele mesmo sem ser a namorada, mesmo sendo só amiga. O que eu não sabia era a forma que eles tinha começado a namorar, já que um dia do nada ela chegou e me contou e eu fiquei sem entender como, mais como eu contei no post passado, no ultimo dia de aula eu descobri a traição, ele gostava de mim, e chegou nela porque ela era minha amiga, e ele falava com ela pra ela falar pra mim, e ela nunca me falou nada, ela nunca me disse uma só palavra, eu fui cruelmente traída.
Pra ele ela contava que eu gostava de outro garoto, e ele acreditou, e ela se aproximou dele ate começarem a namorar. E eu achando que ele sempre havia gostado dela, achando que eu era um zero a esquerda, e na verdade ele me amava tanto quanto eu o amava. O que nos separava era uma melhor amiga , que fez de tudo pra isso, ate me fez dar o meu primeiro beijo em um guri que eu não gostava, mas isso é outra história.
Eu nunca pude falar nada pra ela, nunca pude dizer na cara dela que ela fosse se fu@#$ com o rostinho bonito dela, que eu era mais eu. Nunca pude porque fui embora do estado no dia seguinte em que acabou as aulas, mas se hoje eu a visse eu diria:
“Você não foi a única “melhor amiga” que me deu uma rasteira e você não venceu por estar com ele, porque cada minuto ao seu lado ele pensava em mim, ele nunca foi seu de verdade.”#PRONTOFALEI
Talvez eu também pularia no pescoço dela e diria morra sua cadela! Já fiz isso várias vezes nos meus sonhos!
 He  belong with me.( Ele pertence a mim)

2 comentários so far

  1. Amei o blog..me indentifiquei com varias coisas.Principalmente esse de traição de amiga=(. Já tomei um punhalada nas costas tbm..
    E infelizmente sempre tem homem no meio =/.
    Mas enfim,coisas da vida!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa!! Que amiga hen!
    Aff eu matava.

    ResponderExcluir

Olá seja bem vinda aos comentários do blog Depois que você se foi.
Fique a vontade para comentar, então deixe abaixo a sua opinião sincera sobre esse post.
Volte sempre!

Depois que você se foi © . Todos os Direitos Reservados - Por: Gardenya Barbosa.